Rede dos Conselhos de Medicina
Ginecologistas e obstetras de São Paulo interrompem atendimento aos planos de saúde nesta terça-feira Imprimir E-mail
Seg, 29 de Novembro de 2010 10:27
Conforme as resoluções do I Fórum de Honorários Médicos, realizado no XV Congresso Paulista de Ginecologia e Obstetrícia, em setembro, a SOGESP mantém-se em campanha permanente pela valorização dos tocoginecologistas e por assistência de qualidade à mulher. No próximo dia 30 de novembro, o atendimento eletivo a planos de saúde será interrompido em todo o estado de São Paulo, como forma de protesto. Deverá ser garantido o atendimento às urgências e emergências.Trata-se de ação de extrema relevância, com o intuito de alertar a comunidade, os gestores da saúde suplementar e as empresas de planos de saúde sobre os aviltantes honorários recebidos atualmente pelos especialistas de São Paulo. Espera-se adesão em massa tanto na capital quanto nas cidades circunvizinhas e no interior.

Tanto esta como as outras atividades realizadas pela SOGESP estão pautadas pela ética, sendo direito do médico suspender suas atividades quando diante de condições inadequadas para o exercício profissional ou de remuneração indigna e injusta (Capítulo II, Direito dos Médicos, inciso IV, novo Código de Ética Médica).Sendo assim, a SOGESP tem estimulado os especialistas a, desde já, orientar as pacientes a remarcar consultas e outros procedimentos agendados para o dia 30 para outras datas, esclarecendo-as de que o movimento é também uma contribuição para melhorar a qualidade da assistência na saúde suplementar.
Fonte: SOGESP
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner